Indicada a quem quer deixar o rosto mais fino e delicado, a Cirurgia V-Line proporciona a redução do volume ou espessura da mandíbula. O procedimento é mais popular entre os pacientes com traços asiáticos, por terem como característica os ossos maxilares mais amplos e projetados.

A ideia é ressaltar a “linha V” do rosto, entre o maxilar e o queixo. Em algumas pessoas esses traços são mais quadrados. Dessa forma, a cirugia V-Line remodela o queixo e o osso da mandíbula buscando afinar o rosto.

Ou seja, é feito o processo inverso da mentoplastia de aumento, quando são usadas próteses para deixar a mandíbula ainda mais projetada, com traços mais marcantes. Por trazer mais delicadeza, a cirurgia V-Line também é procurada nos casos de feminização facial.

Como é feita a cirurgia V-Line

A cirurgia é feita a partir de uma incisão no interior da boca. Assim, o osso da mandíbula é remodelado e afinado, usando a técnica da mentoplastia.

A escolha da técnica, no entanto, depende da análise facial e do objetivo do paciente. Lembrando que a cirurgia é feita sempre respeitando os traços originais do paciente e buscando um resultado mais próximo do natural.

Além disso, é comum também que a cirurgia seja combinada com outros procedimentos, como a rinoplastia e otoplastia.

Assim como outros procedimentos que buscam modificar o rosto, a V-Line é feita no centro cirúrgico, por médico cirurgião facial e com o uso de anestesia local com sedação ou geral.

A cirurgia V-Line não deixa cicatrizes aparentes, pois todo o procedimento é feito no interior da boca.

Se você tem dúvidas sobre esse procedimento, marque uma consulta para verificarmos qual seria a melhor solução para o seu caso.

Acompanhe dicas do Dr. Pedro Fragoso também no Instagram!